.posts recentes

. Novo endereço

. #1 - Que é feito de...Gui...

. Hamburgo - mais um no pal...

. Nadal conquista Roma, Iva...

. Nadal soma e segue

. Poderá Federer bater Nada...

. Saga de Nadal continua

. Masters Series de Roma - ...

. Masters Series de Roma, a...

. Desactualizado

.arquivos

. Maio 2007

. Abril 2007

.Stats
Quinta-feira, 3 de Maio de 2007
Programa do dia - 04.05.2007

Num dia em que farei o acompanhamento dos jogos deste Estoril Open 2007 no local (graças aos blogs do SAPO), destaque para os confrontos Guillermo García Lopez vs. Novak Djokovic e Paul-Henri Mathieu vs. Juan Monaco, que talvez sejam os que maior equilíbrio prometem. A seguir também com atenção, o encontro dos quartos-de-final de pares masculinos da dupla portuguesa Gastão Elias / Pedro Sousa. Programa completo do dia, aqui.

publicado por Morais às 22:57
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Radar dos prognósticos - Quartos-de-final

Pode considerar-se que, no conjunto dos prognósticos efectuados no início do torneio, houve um verdadeiramente errado nesta fase do torneio masculino hoje concluída (oitavos-de-final): o resultado do encontro entre Sam Querrey e Juan Monaco. O jogador norte-americano, promessa do ténis mundial orientada por Brad Gilbert, surpreendeu ao derrotar, na primeira jornada, o peruano Luis Horna, mas não foi capaz de dar seguimento ao bom início de torneio e sucumbiu frente a Juan Monaco. Há ainda dois outros quarto-finalistas inesperados: o espanhol Guillermo García Lopez, vencedor de Dmitry Tursunov, e o experiente norte-americano Vincent Spadea. Do primeiro, dizer que saiu de um encontro já não previsto e, do segundo, referir que soube impor a sua experiência e sair por cima de um desafio difícil frente ao carrasco do primeiro cabeça-de-série Nikolay Davydenko. Com Davydenko a história teria, porventura, sido bem diferente...

De qualquer dos modos, se tivesse que voltar a fazer previsões, não alteraria nada do quadro das meias-finais. Amanhã saberemos se tenho ou não razão...

Para relembrar, o quadro com os prognósticos pode ser consultado aqui.

publicado por Morais às 22:40
link do post | comentar | favorito
Gil cai, favoritos seguem em frente

No dia em que o torneio se despediu do melhor jogador português da actualidade, vergado ao maior poderio do francês nº15 do mundo, Richard Gasquet -6-1 e 6-2 foram os parciais-, a lógica do raking mundial imperou em todos os encontros do quadro principal masculino. Assim, Tommy Robredo e Agustin Calleri (vencedores de respectivos compatriotas, Alberto Martin e Juan Martin del Potro, respectivamente) marcaram encontro entre si, nos quartos-de-final, o mesmo tendo acontecido com Richard Gasquet e Vincent Spadea, que hoje eliminou Olivier Patience, responsável pela maior surpresa do dia de ontem.

Já no torneio feminino, as principais favoritas que hoje entraram em court foram despachadas por jogadoras bem menos cotadas. As italianas Francesca Schiavone (c.s. nº2) e Flavia Pennetta (c.s. nº9), a russa Olga Poutchkova (c.s. nº5) e a polaca Caroline Wozniacki caíram às mãos da bielorrusa Viktoria Azarenka -que é orientada pelo português António Van Grichen-, da argentina Gisela Dulko, namorada de Fernando Gonzalez, da carrasca de Frederica Piedade, a sueca Sofia Arvidsson, e da alemã Greta Arn, oriunda do torneio de qualificação, respectivamente. Restam, portanto, duas cabeças-de-série nos quartos-de-final do quadro feminino.

Nota final para a dupla portuguesa Pedro Sousa / Gastão Elias, que se apurou para os quartos-de-final do quadro de pares à custa da desistência da dupla peruano-argentina Luís Horna / Juan Monaco. São, agora, os únicos defensores da honra portuguesa.

Todos os resultados do dia, aqui.

publicado por Morais às 21:55
link do post | comentar | favorito
A malapata russa

Nunca um tenista russo venceu um encontro no quadro principal masculino do Estoril Open...enquanto cabeça-de-série número um! Parece incrível, mas aconteceu com Yevgueny Kafelnikov (acima) em 1997, 1999 e 2000 e, agora, com o seu compatriota Nikolay Davydenko (abaixo), nesta edição de 2007. Curioso é mesmo o facto de Kafelnikov, um jogador todo-o-terreno, mas sobretudo especialista de terra batida, apenas ter vencido um encontro no Estoril Open na última ocasião em que visitou Portugal. Tal aconteceu na na edição de 2003, ganha por...Davydenko.

Já no torneio feminino, registo apenas de uma russa como primeira caebeça-de-série: Elena Bovina, em 2001. Também não foi feliz, embora tenha ultrapassado uma ronda, perdendo depois com a espanhola Marta Marrero.

publicado por Morais às 20:59
link do post | comentar | favorito
Programa do dia - 03.05.2007

Para hoje estão previstos 17 jogos, distribuídos por 5 courts. Notas de maior destaque para o português Frederico Gil que, frente ao francês Richard Gasquet, tentará repetir a façanha do ano passado -atingiu os quartos-de-final- e para o espanhol Tommy Robredo, que continuará a defesa do estatuto de, agora, jogador mais cotado do quadro, frente ao amigo Alberto Martin. O encontro de Gil merecerá honras de transmissão televisiva na RTPN e será interessante segui-lo com atenção.

Todos os encontros do dia, aqui.

publicado por Morais às 02:10
link do post | comentar | favorito
Dia aziago para russos

 

Desta quarta-feira sobra pouco para contar, uma vez que a chuva reapareceu em força e em muito prejudicou o normal desenrolar dos encontros do dia. Mas não o suficiente para evitar o descalabro russo que se verificou. Maria Kirilenko despediu-se precocemente de um torneio onde se apresentava como forte candidata à vitória final, no quadro feminino, e Nikolay Davydenko (cs nº1), Igor Kunitsyn e Dmitry Tursunov (cs nº6) caíram às mãos dos franceses Olivier Patience e Paul-Henri Mathieu, respectivamente, e do espanhol Guillermo García-Lopez, isto na vertente masculina. O torneio masculino está, então, órfão do seu primeiro cabeça-de-série.

No outro encontro ainda relativo à primeira ronda do quadro masculino (Davydenko foi quem caiu logo de entrada), o espanhol Tommy Robredo cumpriu com o que lhe competia e, depois de um início de jogo algo periclitante, atirou borda fora o seu compatriota Albert Montañes, marcando encontro com outro compatriota e amigo seu, Alberto Martin, nos oitavos-de-final. Já nessa fase do torneio, o sérvio Novak Djokovic impôs-se ao espanhol Santiago Ventura e o argentino Juan Monaco eliminou o americano Sam Querrey, ficando já definidos dois dos quatro encontros dos quartos-de-final: Mathieu vs. Monaco e Djokovic vs. Garcia-Lopez.

Voltando ao plano feminino, nada de anormal a registar nos encontros relativos aos oitavos-de-final, tendo as favoritas Marion Bartoli e Lucie Safarova carimbado passaporte para a fase seguinte do torneio.

Todos os resultados diários do Estoril Open 2007 aqui.

publicado por Morais às 01:35
link do post | comentar | favorito
Radar dos prognósticos - Oitavos-de-final

Fazendo uma ronda pelo quadro depois de apurados todos os tenistas que participarão nos oitavos-de-final do torneio masculino, é com agrado que registo 13 prognósticos correctos, para apenas 3 errados: a eliminação de Davydenko e os apuramentos de Guillermo García-Lopez (fácil, frente a Russell) e de Dmitry Tursunov, o russo que na edição passada foi afastado dos quartos-de-final pelo português Frederico Gil. Uma vez que Tursunov e García-Lopez se defrontarão nos oitavos, automaticamente se gera um quarto-finalista inesperado, atendendo aos prognósticos efectuados. Nada demasiado grave a ponto de afectar em muito o resultado final, até porque não se espera que o vencedor deste duelo alcance as meias-finais.

publicado por Morais às 01:26
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds