.posts recentes

. Novo endereço

. #1 - Que é feito de...Gui...

. Hamburgo - mais um no pal...

. Nadal conquista Roma, Iva...

. Nadal soma e segue

. Poderá Federer bater Nada...

. Saga de Nadal continua

. Masters Series de Roma - ...

. Masters Series de Roma, a...

. Desactualizado

.arquivos

. Maio 2007

. Abril 2007

Quarta-feira, 2 de Maio de 2007
Afinal não é só no Estoril

 

 

A sermos rigorosos, ténis (ao mais alto nível) apenas no nome será sinónimo de Estoril, uma vez que o palco do maior evento tenístico disputado no nosso país se encontra em Cruz Quebrada, freguesia do concelho de Oeiras. Pelo menos por agora, dado que urge a mudança do torneio para um local com instalações definitivas e, ao que tudo aponta, tal terá de estar concluído até 2009, caso contrário, o Estoril Open corre risco de extinção. O último projecto (foram já chumbados alguns) passa por construir a nova casa numa zona ainda ocupada pelo mar, em frente ao estádio Nacional, não muito longe, portanto, das instalações actuais (in jornal O Jogo).

Mas retomando o tema central, esta semana, para além do outro torneio ATP a decorrer em Munique -no qual estão já fora de cena o detentor do título, Olivier Rochus, e o primeiro cabeça-de-série, Tommy Haas-, hoje há um outro foco de interesse: a denominada "batalha das superfícies" (relva e terra batida) entre Roger Federer e Rafael Nadal, a ter lugar em Maiorca. A ideia surgiu há uns meses atrás, os dois jogadores aceitaram o desafio e hoje, pelas 15h, jogar-se-á o mais invulgar encontro de ténis de sempre, num court metade terra batida, metade relva. As regras serão as aplicadas a um normal encontro de ténis à melhor de três sets e os jogadores terão permissão para trocar de calçado em cada mudança de lado.

Embora os dois detenham grande hegemonia nas suas superfícies favoritos -Federer venceu as suas últimas 48 partidas em relva e Nadal as últimas 71(!) em terra batida, ambos recordes absolutos-, parece-me evidente que o jogador que estiver a actuar na metade de relva do court estará em clara desvantagem face ao seu oponente. Pelo simples motivo de que quem actua em terra batida, superfície bastante mais lenta, tem muito tempo para preparar cada ponto e disferir golpes poderosos, muito difíceis de defender em relva. Nada se provará com este encontro, é certo, mas a verdade é que o mesmo não deixa de ser aliciante para os amantes do ténis e promete agitar o dia no plano tenístico. Aqui fica o link para o vídeo promocional do evento (foto promocional acima).

 

Site oficial do evento: http://www.thebattleofsurfaces.com

 

publicado por Morais às 11:21
link do post | comentar | favorito
.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.tags

. todas as tags

.links
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds